Como vamos acabar com a fome no mundo? #DesafioTerraDoceLar - TERRA DOCE LAR

por terra doce lar abril 27, 2021 6 minutos de leitura 1 Comentário

Por meio dessa mensagem, estamos agora te desafiando a fazer algo ousado, que nunca foi feito antes na história do Homo Sapiens e que vai deixar a sua marca registrada para as próximas gerações:

acabar com a fome mundial plantando 8 bilhões de mudas alimentícias.

Está certo, é verdade que, segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura o mundo produz atualmente cerca de 2,5 bilhões de toneladas de grãos, e isso seria mais que o suficiente para alimentar todo o globo terrestre.

Mas é verdade também que, de acordo com o relatório de insegurança alimentar da ONU, mais de 2 bilhões de pessoas sofrem de fome e desnutrição no mundo, e com a situação do COVID 19, essa situação se agravou mais ainda.  

 

É muito fácil notar que tem algo muito errado, quando vemos que 1,3 bilhão de toneladas de comida é desperdiçada todos os anos, enquanto a nossa própria espécie passa fome. 

 

Só no Brasil, em 2021, de acordo com o estudo "Efeitos da Pandemia na alimentação e na situação da insegurança alimentar", divulgados pela GreenPeace, 59,6% da população do país está em situação de insegurança alimentar, ou seja, cerca de 128 milhões de pessoas no Brasil não tem acesso a alimentos seguros, e muitas vezes ficam um ou mais dias sem ter o que comer. 

 

 

Você pode estar se perguntando: mas o que eu tenho a ver com isso?

Bom, pode ser até que você não esteja passando fome, mas, nos dias de hoje ficou inquestionável a nossa interdependência enquanto humanes na face da Terra. Uma ação que acontece do outro lado do mundo, impacta rapidamente a cada um de nós. 

O alimento, é uma necessidade básica humana, e sem ele, é impossível garantirmos a segurança no mundo. Dentre outros problemas causados, se há gente com fome, há violência para todes. 

Calma, sabemos que pode parecer loucura querer acabar com a fome mundial, pois é necessária uma alteração no Status Quo, e sozinhes seria realmente impossível, mas nós estamos juntes nessa, e vamos te explicar o porquê de acreditarmos ser possível fazermos isso rapidamente, e, principalmente, qual é o plano a ser seguido.

Com tanto alimento sendo produzido, e tanta gente passando fome, é muito claro onde está o problema: na distribuição. 

Mas o que queremos chamar a sua atenção é que o problema da distribuição não está no fato de como distribuimos (entregamos) os alimentos, e sim na distribuição da forma como produzimos os alimentos, que hoje é amplamente centralizada em grande fazendas de monocultura, o que logicamente dificulta o acesso aos alimentos, pela vasta distância entre o produtor e o consumidor final, e também cada vez mais, um pouco descentralizada por meio dos pequenos produtores.

Mas a nossa proposta aqui, é abordar um sistema de produção de alimentos distribuído, ou seja, em que todas as pessoas sejam co-responsáveis por cocriar um mundo em que o alimento e a água são abundantes e gratuitos para todes

E o primeiro passo é: cocriar com a gente uma mentalidade exponencial.

"Nós ouvimos falar de era exponencial, mas em termos de conexões humanas ainda vivemos  em um mundo perfeitamente plano."

Lala Denheizelin, Futurista

Realidade Exponencial

Nós queremos lembrar do poder individual de transformação exponencial que temos quando nos conectamos ao coletivo, recuperando a autonomia alimentar das pessoas e a conexão afetiva com o que comemos.

 

Nosso primeiro objetivo é mostrar para as pessoas que é possível, basta acreditarmos que podemos fazer uma grande ação coletiva pela vida no nosso planeta.

Exponencial

 

Por isso, o #DesafioTerraDoceLar funciona assim:

 

Desafio Terra Doce Lar

 

1) Reserve as sementes dos alimentos que você consumiu: maçãs, tomates, abacates, laranjas, uvas etc;


2) Em um vaso, solo, em casa, área pública ou qualquer outra superfície de sua preferência, coloque a semente escolhida e a cubra com terra;


3) Coloque-a sob sol moderado e mantenha a terra úmida;


4) Registre o seu plantio no formulário de mudas para vermos o quão perto da nossa meta estamos chegando;


5) Desafie outras duas pessoas a fazer o mesmo que você (incluindo desafiar mais outras duas pessoas e registrar no formulário);


7) Compartilhe seus frutos;

Simples, certo?

Mas vou te contar o potencial que tem essa simples ação: se cada um fizer isso, em 33 meses teremos plantado ao menos 8.589.934.592 (8 bilhões 589 milhões 934 mil 592) novas mudas alimentícias na Terra. Uma nova muda para cada habitante do planeta.

 

Você deve estar se perguntando: mas se fosse fácil, já teríamos conseguido. 

E a verdade é que a etapa mais difícil é acreditarmos que é sim, simples, fácil e pode ser até divertido.

Para isso, é necessária uma mudança estrutural do inconsciente coletivo para aderirmos a uma mentalidade exponencial, e a chave está em verdadeiramente acreditarmos que é possível. 

 

Mas isso vai realmente acabar com a fome mundial?

Há algo que não nos deixa dúvidas: a abundância da Terra.
Você sabia que uma melancia média tem por volta de 700 sementes e cada uma plantada pode dar pelo menos mais uma melancia?

Ou então, você já parou pra se perguntar quantos abacates dá um abacateiro em sua vida?

Sabemos que existem dúvidas se isso realmente funciona, então aqui vão algumas sugestões para que você possa acreditar com a gente:

Plantio da Lua Cheia

Você pode se juntar a este movimento e reiniciar o desafio a cada ciclo lunar, criando o hábito de plantar uma nova muda alimentícia a cada lua cheia, e desafiando mais duas pessoas a fazer o mesmo, assim aceleramos ainda mais os resultados.

Registre

Sempre faça o registro de mudas plantadas no site terradocelar.com. Quanto mais pessoas virem que o desafio está dando certo por meio de números, mais pessoas se animam a participar. Ah, é super indicado que você lembre e relembre quem você desafiou a registrar o plantio também. Assim, temos mais chances de vencer esse desafio.

Plante em áreas públicas

É super possível plantar em apartamentos, e a gente acredita em um mundo em que os prédios das grandes cidades sejam verdes e autossustentáveis, ou seja, produzam o seu próprio alimento, mas também incentivamos a, sempre que possível, plantar alimentos em áreas públicas, assim teremos mais chances de criar alimento abundante e gratuito para todes.

Conheça as PANCs (plantas alimentícias não convencionais) 

Sempre que possível, escolha plantar sementes nativas de frutos do nosso bioma brasileiro, em especial o bioma original em que você estiver plantando (ex: frutos do cerrado no cerrado). Isso garantirá que nós recuperemos o acesso à nossa rica biodiversidade nativa, e assim nos nutriremos cada dia melhor.


EFEITO BORBOLETA

Pensando na Terra como um organismo vivo, e nós humanes como parte de toda a natureza, chegou uma época em que é difícil não pensar em uma comunidade de cidadãos globais. Uma ação que fazemos aqui pode rapidamente impactar todo o globo terrestre.

De uns tempos para cá, passamos a acreditar que a comida nasce no mercado, mas, na verdade, nós não precisamos de dinheiro para comer, a nossa mãe Terra é abundante e soberana, nos dá não só o alimento, mas tudo o que utilizamos neste planeta, absolutamente de graça.

Com o simples gesto de plantar, nós geramos três soluções para os maiores problemas de base: a purificação do ar que respiramos, a retenção e limpeza das águas, e o fim da fome mundial.

Se você está animade com essa ideia, eu te convido a imaginar um mundo em que nos lugar dos super mercados, temos grandes estufas como centros de distribuição de comida orgânica gratuita, plantadas e colhidas lá mesmo, na horizontal e vertical, acessível para qualquer pessoa. 

Sabemos que parece impossível, e por isso o lema da Terra Doce Lar é: 

 "POR UM MUNDO ONDE A UTOPIA É POSSÍVEL"

 

Alguns dados globais relevantes:

A cada 4 segundos uma pessoa morre de fome no planeta Terra. Dados WorldMeters.
2 bilhões de pessoas sofrem de insegurança alimentar, 25 % da população global.
820 milhões de pessoas passam fome severa no planeta Terra. Dados: Relatório do Estado da Insegurança Alimentar e Nutricional no Mundo em 2019, Organização das Nações Unidas.
A fome matou mais que COVID em 2020. Dados OXFAM/ONU

Autoria: colaborativa

Foto por: Akil Mazumder

 


1 Resposta

geovana fernandes de castro
geovana fernandes de castro

julho 21, 2021

A nossa responsabilidade com o mundo e com os nosso irmãos humanos, tem que ser cada vez mais presente na nossa vida! e projetos como esse, são uma ponte linda para desenvolver esse amor e conexão! 🌴

Deixe um comentário


Ver artigo completo

Um crime invisível em Sobradinho DF
Um crime invisível em Sobradinho DF

por terra doce lar fevereiro 24, 2022 2 minutos de leitura 1 Comentário

Ver artigo completo
Quilombo Urbano Casa Akotirene, se inspire com essa história
Quilombo Urbano Casa Akotirene, se inspire com essa história

por Equipe Terra Doce Lar fevereiro 03, 2022 4 minutos de leitura

Ver artigo completo
O Significado Espiritual das Joaninhas
O Significado Espiritual das Joaninhas

por terra doce lar setembro 03, 2021 4 minutos de leitura 8 Comentários

Ver artigo completo

Acredite conosco

✔️ Produto adicionado com sucesso.